terça-feira, 18 de junho de 2013

Um dia, talvez...



Brinca-se aqui com um escritor. Ou goza-se, nem sei. Mais a sério, o post faz-me pensar que um dia, na minha terra, talvez me façam uma prisão-museu, eventualmente numa dependência da biblioteca. Ou aqui, pelo Alentejo, uma toca-museu no meio dos sobreiros, quem sabe até um núcleo museológico, se a toca tiver muitas ramificações.

Sem comentários:

Enviar um comentário